quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

humanidade

Hoje em qualquer relação, acho que não somente a de marketing, não basta ser um profundo conhecedor técnico do negócio, é necessário entender que os negócios são regidos por pessoa e você deve se comportar como tal, considerando os sentimentos, espiritualidade e emoções. Philip Kotler em seu livro Marketing 3.0 afirma que as empresas devem (e precisam) cultivar a espiritualidade nas marcas.


Fonte: Administradores.com.br