segunda-feira, 7 de maio de 2012

Sete razões para contratar um jornalista para o marketing


Há algum tempo li o artigo “sete razões para contratar um jornalista para o marketing” e ele não saiu mais da minha cabeça. Como sou formada em marketing, mas, além disso, cursei três semestres de jornalismo e trabalho como assessora de imprensa, achei legal fazer um marketing pessoal usando esse trabalho.
A autora do artigo, Ann Handley, chama esses profissionais de “jornalista da marca” e diz que eles dão sensibilidade ao conteúdo e “trazem uma abordagem editorial para a construção de uma marca”.
A diferença do jornalista da marca e do jornalista tradicional é que o primeiro acaba sendo parcial. Lógico, só joga a favor do seu time.

Resumidamente, são elas:
1) Eles sabem contar histórias: são treinados para isso e sabem criar conteúdos atraentes.
2) Audiência em primeiro lugar: os jornalistas colocam as necessidades do público em primeiro lugar, ou seja, o conteúdo criado por ele é orientado para o cliente.
3) Eles sabem simplificar: os negócios – como a vida – podem ser complicados. Mas os jornalistas se destacam em tornar o complexo em fácil de entender. Eles são guiados pela lição “suponha que seu leitor não saiba de nada, mas não pense que ele é idiota”.
4) Eles aproximam o conteúdo da mente como água: sempre há uma história, mesmo que não seja o esperado. A mente do criador de conteúdo é como a água, que sempre encontra uma fenda onde as histórias se encontram.
5) Eles falam a verdade: os melhores “jornalistas da marca” se preocupam com a precisão e verdade.
6) Eles citam as fontes: isso aumenta a credibilidade (e ponto.).
7) Eles trazem a sensibilidade de um jornalista para a construção de uma marca: isso melhora a integridade da marca.


Nenhum comentário:

Postar um comentário