sábado, 4 de agosto de 2012

Sobre o marketing dos não-profissionais-de-marketing - 1


Precisamos admitir: de médico, louco e marqueteiro, todo mundo tem um pouco. E dos três, o único que realmente vale a pena ser é o “louco”. Sobre ser médico sem ter cursado medicina, não preciso argumentar. Sobre criar ações de marketing sem ter cursado marketing, penso que seja importante fazer algumas considerações.
Depois de seis anos estudando comunicação e marketing, sinto em informar os “marqueteiros de plantão”: você está fazendo isso errado.

Para começo de conversa o termo “marqueteiro” é praticamente uma ofensa à maioria dos profissionais de marketing. A profissão de “marqueteiro” se referia aos profissionais que praticavam o marketing político sem usar da ética. Hoje o termo acabou sendo aceito no ramo, mas toda vez que algum profissional de marketing é chamado de “marqueteiro” ele sente uma pontinha de raiva.
Uma ação de marketing, também conhecida pelo outro pejorativo termo jogada, acreditem: não é tão simples assim. As ações de marketing bem-feitas passam por um processo de planejamento (análise de ambiente e definições de público, de posicionamento, de metas, de objetivos, e das estratégias), depois tem a etapa de implementação e por último o controle e avaliação da ação.

Muitas ações de marketing podem ser baratas e mais eficazes do que anunciar na mídia tradicional isso. Marketing de conteúdo e de guerrilha são ótimos exemplos geralmente fáceis de aplicar e que prendem mais atenção do que uma “chamadinha” na rádio local.
Não sou contra o rádio, o jornal e a TV, muito pelo contrário, mas preciso dizer que neles fica mais difícil atingir o público certo e mensurar os resultados, já que são meios de comunicação de massa.

A fim de “fazer uma propaganda”, muitos profissionais chegam ao mercado de trabalho e apelam aos meios de comunicação tradicional (jornal, rádio e TV), investindo muito dinheiro e pouco tempo: é mais fácil, né?!
Para quem está começando na profissão é interessante fazer um plano de negócio e ir moldando ele com suas perspectivas. Definir metas e objetivos é extremamente importante, e talvez, fazer isso sem ajuda pode ser fatal.
Afinal... convenhamos, se você estudou para ser médico, é provável que não tenha o conhecimento necessário sobre o mix de marketing para fazer, sozinho, o seu marketing.

Nenhum comentário:

Postar um comentário